Ciclismo

Faro é ponto de partida da última etapa da Volta ao Algarve 2018

Faro é ponto de partida da última etapa da Volta ao Algarve 2018

A Volta ao Algarve tem, pelo segundo ano consecutivo, a categoria 2.HC

A 44ª edição da Volta ao Algarve corre-se entre os próximos dias 14 e 18 de fevereiro e as cinco etapas terão um desenho semelhante ao das edições anteriores, com destaque para o regresso de Faro ao itinerário da prova. A capital algarvia será o ponto de partida para a subida ao Malhão, na última etapa.

“No início de dezembro daremos a conhecer o percurso detalhado, que incluirá algumas surpresas, especialmente na chegada da segunda etapa e no contrarrelógio”, refere no seu site a Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC), que adianta já as localidades de partida e de chegada de cada tirada.

A prova começa no dia 14 de fevereiro com uma etapa ao jeito dos sprinters, ligando Albufeira a Lagos. Os trepadores terão a primeira oportunidade ao segundo dia de competição, uma jornada que começa em Sagres e que termina no alto da Fóia, que será alcançado pela vertente com mais quilómetros de subida, diferente das soluções encontradas nos dois últimos anos.

A terceira etapa será um contrarrelógio individual, totalmente distinto do disputado nas edições mais recentes da corrida. Desta feita “será mais exigente”, com partida e chegada em Lagoa.

Ao quarto dia o pelotão sai de Almodôvar e termina a viagem em Tavira, previsivelmente com uma chegada ao sprint. Será “um dia de grande agitação velocipédica” na cidade do Gilão, que acolhe também o Algarve Granfondo, no qual são esperados mais de 800 participantes.

A corrida termina, como já é tradição, com uma chegada ao alto do Malhão, no concelho de Loulé. Desta vez, a partida será de Faro.

A Volta ao Algarve tem, pelo segundo ano consecutivo, a categoria 2.HC, a mais elevada dos calendários internacionais, excluindo as corridas WorldTour.

“A Volta ao Algarve tem vindo a afirmar-se como um dos eventos com maior qualidade desportiva realizados em Portugal”, realça a FPC. A edição de 2017 contou com 12 equipas do WorldTour, sendo a corrida por etapas fora do WorldTour que mais equipas de primeira divisão conseguiu atrair. “Neste momento decorrem negociações para formar o pelotão de 2018, havendo contactos com cerca de 40 equipas que terão de ser escolhidas para preencher as 25 vagas disponíveis”, diz a organização.

Etapas

1ª etapa: Albufeira – Lagos

2ª etapa: Sagres – Fóia

3ª etapa: Lagoa – Lagoa (CRI)

4ª etapa: Almodôvar – Tavira

5ª etapa: Faro – Malhão

Últimos Vencedores da Volta ao Algarve 

2017 – Primoz Roglic (Team Lotto NL-Jumbo)

2016 – Geraint Thomas (Sky)

2015 – Geraint Thomas (Sky)

2014 – Michal Kwiatkowski (Omega Pharma-QuickStep)

2013 – Tony Martin (Omega Pharma-QuickStep)

2012 – Richie Porte (Sky)

2011 – Tony Martin (HTC-Highroad)

2010 – Alberto Contador (Astana)

2009 – Alberto Contador (Astana)

2008 – Stijn Devolder (QuickStep)

Últimos vencedores de etapas em: 

Lagos 

2017 – Fernando Gaviria (QuickStep-Floors)

2011 – John Degenkolb (HTC-High Road)

2010 – André Greipel (Team HTC-Columbia)

2009 – Koldo Fernández (Euskaltel-Euskadi)

2008 – Tomas Vaitkus (Astana)

Fóia 

2017 – Daniel Martin (QuickStep-Floors)

2016 – Luis León Sánchez (Astana)

2002 – Alex Zülle (Team Coast)

2001 – José Azevedo (ONCE)

2000 – José Azevedo (Maia-MSS)

Lagoa 

2013 – Theo Bos (Blanco)

2012 – Edvald Boasson Hagen (Sky)

2004 – Martin Garrido (Barbot-Gaia)

Tavira 

2017 – André Greipel (Lotto Soudal)

2016 – Marcel Kittel (Etixx-QuickStep)

2013 – Tony Martin (Omega Pharma-QuickStep)

2012 – Gerald Ciolek (Omega Pharma-QuickStep)

2011 – André Greipel (Omega Pharma-Lotto)

Malhão 

2017 – Amaro Antunes (W52-FC Porto)

2016 – Alberto Contador (Tinkoff)

2015 – Richie Porte (Sky)

2014 – Alberto Contador (Tinkoff-Saxo)

2013 – Sergio Henao (Sky)

(Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo)


Mais de Ciclismo