Canoagem

KCCArade foi o melhor clube do Sul na Taça de regatas em linha

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Kayak Clube Castores do Arade (KCCArade) terminou no nono lugar da classificação coletiva da Taça de Portugal de regatas em linha – ‘Troféu Ryszard Hoppe’ – e foi o melhor clube da zona Sul do país. A competição realizou-se nos dias 21 e 22 de abril, no Centro de Alto Rendimento em Montemor-o-Velho, e foi simultaneamente seletiva nacional, com vista ao apuramento dos melhores atletas para as equipas nacionais de velocidade, com o programa de provas já adaptado ao novo programa Olímpico para Tóquio 2020.

Ao longo do dia de sábado, os 600 atletas de 43 clubes realizaram quase duzentas eliminatórias e semifinais para apuramento dos melhores que participariam nas finais a disputar no domingo. Os atletas do KCCArade garantiram a presença em 13 finais, sendo sete finais ‘A’ para apurar os primeiros nove classificados e seis finais ‘B’ para a classificação do 10º ao 18º.

Tomás Santos e Iago Bebiano foram os atletas em destaque nos algarvios, ao alcançarem duas medalhas na final do K1 (kayak monolugar) 200m juniores. A dupla garantiu uma dobradinha com o ouro para Tomás Santos, com 37,228 segundos, e a prata para Iago Bebiano, com 38,144 segundos. Os dois atletas conseguiram também o apuramento para a final A de 500m, terminando Tomás Santos em quarto lugar com 1.48,864 minutos e Iago Bebiano no sétimo posto com 1.51,216 minutos.

Maria Cabrita foi sexta classificada na final de K1 200m nas seniores femininas, Gonçalo Bento foi sétimo em K1 1000m juniores e Diogo Filipe foi também sétimo em K1 200m cadetes. O trio de atletas aguarda a decisão do Departamento Técnico da Federação Portuguesa de Canoagem, tendo em vista a integração nas respetivas equipas nacionais.

Os resultados dos juniores Tomás Santos e Iago Bebiano garantiram a continuidade na equipa nacional de juniores, que este ano tem como objetivo o Campeonato da Europa, que se realiza em Auronzo di Catore, Itália, de 28 de junho a 1 de julho, e o Campeonato do Mundo, que decorrerá em Plovdiv, Bulgária, de 26 a 29 de julho. Os atletas vão participar no segundo estágio da equipa nacional, de 24 de abril a 12 de maio, no Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho.

Maria Cabrita, que está integrada no projeto Olímpico para Tóquio 2020, ficará a aguardar a decisão do Departamento Técnico quanto às tripulações que pretendem testar para o Campeonato da Europa, que se realiza em Belgrado, Sérvia, de 8 a 10 de junho, e para o Mundial, que, pela primeira vez, se realiza em Montemor-o-Velho, de 22 a 26 de agosto.

Os Castores marcaram presença em seis finais ‘B’, que classificam da 10ª à 18ª, com Rita Ângelo nos juniores femininos a ser segunda classificada em K1 200m e terceira em K1 500m. Ana Bebiano venceu a final ‘B’ de K1 200m e terminou em segundo lugar nos 500m com Maria Cabrita a ser a terceira classificada. Já André Soares em K1 200m cadetes foi segundo na final ‘B’.


Mais de Canoagem