Rally

Paulo Santos e Luís Santos vencem Rali de Loulé

Paulo Santos e Luís Santos vencem Rali de Loulé

Paulo Santos e Luís Santos no primeiro lugar do pódio

A Serra do Caldeirão acolheu na manhã de domingo o Rali de Loulé, prova que marcou o regresso do Clube Automóvel do Algarve às provas do Campeonato Sul de Ralis. Os 27 carros que alinharam à partida iriam enfrentar duas passagens pelas classificativas em pisos de terra de Ameixial e Salir.

O primeiro líder da prova foi o louletano Ricardo Filipe (acompanhado por Fernando Almeida), que fez o melhor tempo na primeira passagem pelo Ameixial, seguido de Márcio Marreiros/Rui Serra e Paulo e Luís Santos. Contudo, Filipe foi obrigado a desistir à entrada da primeira passagem, entregando a liderança a Paulo Santos, que além de ter feito o melhor tempo, ainda viu Márcio Marreiros ficar acometido com problemas de travões, que perdeu o segundo posto provisório para Fernando Peres/José Pedro Silva. Nas duas rodas motrizes, a vantagem pendia para Paulo Anselmo/Florival Neto, com um ligeira vantagem sobre Vítor Vilela/Leonel Fernandes, sendo de destacar a desistência de João Monteiro/Gonçalo Assunção, que perdeu uma das rodas do seu carro.

No início da segunda secção Fernando Peres foi obrigado a desistir com um tirante da suspensão dianteira partido. Depois de um forcing na assistência para colocar o carro nas melhores condições, Márcio Marreiros fez o melhor tempo em Ameixial 2, embora sem beliscar a liderança de Paulo Santos. A parte competitiva concluiu-se na segunda passagem por Salir, onde Márcio Marreiros somou mais uma vitória em troço, mas com Paulo Santos a assinar a sua primeira vitória à geral no Campeonato Sul de Ralis, compensando a aposta realizada este ano numa viatura de quatro rodas motrizes.

Já nas duas rodas motrizes houve uma reviravolta, com Vítor Vilela a entregar a vitória a Paulo Anselmo, depois de ter saltado uma roda ao Citroen Saxo a 200 metros do final da última especial. Carlos Valentim/Luís Ribeiro venceram o grupo X3, Nuno Silva/Dário Martins o grupo P2 e Filipe Silva/Diogo Elias o grupo X1.

A consagração final deu-se no centro de Salir, com a vila serrana a ter sido a grande anfitriã deste evento que animou as estradas outrora percorridas pelo Mundial de Ralis.

O Rali de Loulé foi uma organização do Clube Automóvel do Algarve, sob tutela da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, com o patrocínio do município de Loulé e das Juntas de Freguesia de Salir e do Ameixial.


Mais de Rally